Ensino

Obras de Pablo Picasso

Pablo Picasso (seu nome completo era Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Ruiz y Picasso, 1881- 1973). Pintor, escultor, gravador, desenhista, ilustrador e ceramista espanhol nascido em Málaga e radicado em Paris. Seu pai era professor de desenho. Talento precoce, Pablo Picasso aos 14 anos ingressou na Escola de Belas-Artes de Barcelona, após ter executado num só dia a prova que os candidatos tinham um mês para entregar. Dois anos depois ingressa na Escola de Belas-Artes de Madrid. Em 1901, Pablo Picasso visita Paris pela primeira vez, e Berthe Weil lhe adquire três aquarelas. Três anos depois Pablo Picasso radica-se em Paris, estabelecendo seu atelier no célebre “Bateau-Lavoir”.


Obras de Pablo Picasso - Mulher no espelho

Estilo das obras de Pablo Picasso

Em 1908, sob a influência de Cézanne, da escultura romano-espanhola e da arte negra, Pablo Picasso pinta as “Donzelas de Avinhão” (Museu de Arte Moderna de Nova York), hoje considerada como a primeira obra cubista, se bem que a primeira mostra cubista date de 1911.

Paralelamente às pesquisas de Braque, Pablo Picasso não hesita em acrescentar às suas pinturas elementos estranhos: papéis colados e areia. Em 1917, visita Roma e se junta aos Ballets Russos de Diaghilev, executando cenários e costumes para “Parada”. Quando se instala a Revolução Espanhola de 1936, Pablo Picasso adere aos Republicanos, e é por eles nomeado Diretor do Museu do Prado. No mesmo ano pinta “Guernica“, não só a obra de Pablo Picasso mais célebre, mas, possivelmente, o ponto culminante da arte do séc. atual.

Em 1944, Pablo Picasso filia-se ao Partido Comunista Francês. Em 1953, decora uma capela do séc. XV, próximo a Vallauris, para a mesma executando os grandes painéis “Guerra e Paz“.

Fases das obras de Pablo Picasso

Costuma-se dividir a imensa obra de Pablo Picasso em períodos, ou fases: azul (fins de 1901 a 1903), rosa (1904-1905), fase circense (até 1906), negra (1906-1909), cubismo analítico (até 1912), papéis colados (1912-1913), cubismo sintético (1913-1915), fase ingresca (1915), fase neoclássica (1920-1925, e de novo a partir de 1946) metamorfoses (1927 em diante), etc. A escultura picassiana teve seus começos em 1905, foi interrompida de 1914 a 1928 e de então por diante tem crescido de importância. As primeiras águas-fortes e pontas-secas de Pablo Picasso são de 1904-1905, mas só foram editadas em 1913, por Vellard. O primeiro livro ilustrado de Pablo Picasso foi Poèmes, de André Salmon (1905), e desde então o artista executou pontas-secas, águas-fortes, aquatintas, gravuras ao buril, litografias, linóleos e desenhos de diferentes técnicas para cerca de 60 volumes, em sua maioria coletâneas de poemas. Quanto à cerâmica, começaram a ser executada em 1947.

Pablo Picasso foi um desenhista admirável, talvez um dos maiores de todos os tempos. Construtor de formas a que se pode chamar quase de genial, autor de obra extensa se bem que de valor desigual, Pablo Picasso foi e continua sendo a maior influência a atuar sobre a arte contemporânea. Pode-se dizer que cada movimento estético dos últimos 50 anos de um modo ou de outro esteve ligado ao nome de Pablo Picasso, e pela análise de sua obra poderão os críticos futuros reconstruir a evolução artística da primeira metade do séc. XX.

Influências sobre as obras de Pablo Picasso

Sobre a arte de Pablo Picasso atuaram as influências mais díspares. Um crítico paciente chegou a alinhar as seguintes influências sobre as obras de Pablo Picasso: Pollaiuello, Ucello, Rafael, Grünewald, Arcimboldo, El Greco, Poussin, Zurbarán, Goya, David, Ingres, Cézanne, Seurat, Lautrec, Puvis de Chavannes, Henri Rousseau, Mirà, de Chirico e Matisse — além da vidraria gótica e da escultura grega e helenística, dos capitéis românicos e dos vasos etruscos, da escultura negra e do desenho boximane. Tal versatilidade é causa de controvérsias sobre o valor criativo das obras de Pablo Picasso, o qual sem dúvidas é o mais notável representante da arte do século atual.

Obras de Pablo Picasso – Imagens

Na sequência: “Nu Azul”, “Mulheres correndo na praia”, “Mulher no espelho”, “Les Demoiselles dAvignon”, “Le Moulin de la Gallete”, “Guernica”, “ Gertrude Stein” e o “Velho Guitarrista”.


Leia também...

O que são Quasars
Os Quasars (fontes quase estel...
Jean de La Fontaine – Fábulas, obra e biografia
Jean de La Fontaine (1621-1695...
Educação infantil
A educação infantil correspond...
Asteróide Apophis: choque em 2036 com a Terra
O asteróide Apophis, de 390 me...
As Sete Maravilhas do Mundo Antigo
As Sete Maravilhas do Mundo An...
Vídeos aulas na internet oferecem educação online
São muitos os sites com vídeos...
Monteiro Lobato: Obras, biografia e pensamento
Monteiro Lobato foi escritor e...
Dicionário de Termos Econômicos – Parte 1
Balanço de pagamentos? Divida ...
Dicionário de Termos Econômicos – Parte 2
Leia aqui a continuação desta ...
Piet Mondrian, obras e biografia do pintor
Piet Mondrian (872-1944), nas...
Curso online Administração de Empresas
Fazer um curso online de Admin...
Folclore Brasileiro: Curupira, lenda e história
O Curupira é um famoso persona...
Bookmark and Share
1 comentário para Obras de Pablo Picasso

Deixe um Comentário